Falta de água na Região Metropolitana do Recife move ações para campanha de financiamento coletivo

por Geovana de Oliveira, Luciana Náira e Ravi Rocha



A água é essencial para a vida, por isso é o bem mais precioso que temos!!!

No início da pandemia, todos os órgãos de saúde e meios de comunicação recomendavam a higienização das mãos, roupas, e alimentos. Mas como fazer isso sem água?!


Pois é, infelizmente esta é a realidade de quem vive nas periferias da Região Metropolitana do Recife (RMR). Tem que ralar para ter e fazer comida, lavar os pratos, deixar a casa limpa, dar banho nas crias e regar as plantinhas e cuidar da saúde.


E como se não bastasse os impactos agravados pela pandemia, no dia 25 de janeiro de 2021 a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) anunciou alterações na distribuição e no esquema de rodízio de água para 10 dos 14 municípios da Região Metropolitana. A grande razão que leva a COMPESA a tomar tal atitude e nos deixar mais e mais dias sem água é o registro de chuvas abaixo da média em 2020, com expectativa de manutenção deste quadro até abril deste ano.


A Rede Pela Transição Agroecológica surge nesse contexto com o objetivo de destacar e fortalecer experiências que contribuem para uma cidade mais resiliente, segura e abundante. Assim foi a experiência do projeto Mulheres e Soberania Alimentar em Tempos de Pandemia realizado na comunidade de Passarinho em parceria com o Grupo Espaço Mulher e apoio do Fundo CASA Socioambiental.


Imagem: Divulgação/Rede pela Transição

As 20 famílias da comunidade que participaram do projeto piloto, puderam captar e armazenar água, a partir da distribuição de kits de segurança hídrica (tambores/bombonas de 200L, como o da imagem utilizado por Tatiane Santos, da comunidade de Passarinho, Zona Norte do Recife). Tendo em vista que a comunidade já sofre com a falta d’água há anos, os kits foram fundamentais para que pudessem manter os cuidados contra o Coronavírus, e garantir o cultivo de plantas alimentícias e medicinais.


Agora, queremos replicar essa experiência a 9 comunidades da RMR para que possam também realizar a captação e armazenamento da água, plantio de alimentos e produção de remédios naturais. VOCÊ pode se UNIR a nós para OFERTAR a essas comunidades a possibilidade de uma vida melhor e mais saudável, participando do financiamento coletivo Comunidades Agroecológicas nas Cidades!


Quer saber como e quais comunidades serão beneficiadas com o seu apoio?

Entre no site www.catarse.me/comunidadesagroecologicas

e conheça as várias formas de ajudas e as recompensas que temos para cada doação!!!


74 visualizações0 comentário